domingo, 28 de agosto de 2016

Quem não gosta?


Este domingo foi de maratona, meia maratona, 10k e 5k. Todos os tipos de corredores, juntos na Maratona Internacional de Asunción. 
Maratona é o símbolo máximo, na minha opinião, da expressão de um estilo de vida. É para poucos, mas é para todos que aman este esporte. Terminam os preparados, os fortes. 
E sempre é emocionante cada chegada, cada sorriso e lágrimas que cruzam a meta. 
Bom, mas e eu? Eu adoraria viver esta emoção novamente, e não sendo possível, vivo e desfruto ao máximo os meus 5k.
A manhã começou com uma temperatura agradável, mas uns 15 minutos antes da largada, caiu uma chuva forte, roupa molhada, tênis encharcado. Mas tudo bem, já sabem adoro. O problema foi a temperatura caindo muito e o vento vindo da baía. A largada perigosa, com asfalto molhado e escorregadio. E por pouco não entrei no baile do tombo. Por sorte escapei ilesa a largada e preferi correr no acostamento e com segurança. 
Trajeto variado, plano na costanera e com subidas e descidas no centro. Gostei bastante. A sinalização deixou a desejar faltando a placa de indicação para os 5K e os 10K, vi atletas errando o caminho, o que não é nada agradável. 
Mas de resto tudo muito bem organizado. 
Fiquei muito feliz com a quinta colocação na categoria, o que me fez encher a cabeça de vontade de treinar. Não nego adoro ganhar. Quem não gosta? 
Mas ainda debaixo desta ponte muita água vai rolar e outras corridas virão. E com certeza eu estarei lá.